Polpas de frutas são uma opção prática e saudável para o dia a dia |

Polpas de frutas são uma opção prática e saudável para o dia a dia

Consumir alimentos ricos em nutrientes é uma das principais preocupações de quem procura manter-se saudável. Mas, esta é uma missão desafiadora.

Todos sabem que a ingestão de “comida de verdade” requer mais dedicação e tempo para o seu preparo. Por isso, na rotina do dia a dia um grande desafio é evitar o excesso de alimentos prontos e com poucos ingredientes bons para a saúde.

Como resolver esse dilema: tempo versus alimentação saudável? Um ótima dica é incluir nas práticas da família o hábito de adquirir produtos congelados que facilitem o preparo e a armazenagem, como é o caso das polpas de frutas, por exemplo. Super saudáveis, as polpas conservam as propriedades nutricionais das frutas e, ainda por cima, são práticas para serem consumidas a qualquer hora do dia, pois já estão descascadas e prontas para a utilização. O seu freezer pode ser uma complementação da sua fruteira, com a vantagem das polpas congeladas não estragarem rapidamente.

Alimentos congelados são ótimos aliados para manter uma rotina saudável e, nada melhor do que as polpas de frutas, tendo em vista principalmente a agilidade no preparo e a durabilidade dos produtos”, destacou a nutricionista Letícia Proença Salomé, Pós-Graduada em Nutrição Funcional e Esportiva.

A forma como essas polpas serão usadas, depende do gosto de quem vai consumi-las. As maneiras mais comuns são no preparo de sucos, vitaminas, mousses e sorvetes, mas podem até ser usadas em pratos sofisticados.

Comprovação científica

Pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da Universidade de Caxias do Sul comprovou que a polpa congelada de 23 tipos de frutas mantém grande parte da atividade benéfica da fruta in natura. Isso significa que ela mantém as propriedades antioxidantes e antimutagênicas de antes do congelamento.

A pesquisa foi a tese de Doutorado em Biotecnologia de Patrícia Spada, aprovada com conceito máximo por uma banca composta por professores de instituições da Alemanha, da Universidade de Santa Cruz do Sul e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Segundo notícia no site da UCS:

A pesquisadora também se preocupou em aprofundar o estudo com uma fruta brasileira ainda pouco pesquisada: o açaí. Além de fazer a determinação de macronutrientes, como em todas as frutas pesquisadas, Patrícia também testou o açaí em cérebros de ratos. “O açaí mostrou ser bastante eficiente como antioxidante em cobaias”. A pesquisadora identificou também que a polpa do açaí age no sistema nervoso central dos animais, o que indica que pode prevenir doenças degenerativas.